Mudanças climáticas em áreas protegidas ameaçam a biodiversidade​

Universidade de Bayreuth​

Pesquisadores da Universidade de Bayreuth calcularam pela primeira vez como a mudança climática provavelmente afetará as áreas de conservação da Terra até 2070. Na Nature Communications, eles apresentam seu estudo com o qual procuram dar um novo impulso à política ambiental e ao gerenciamento de áreas protegidas.

Atualmente, 245.844 áreas protegidas estão registradas em todo o mundo. Para 137.432 reservas naturais terrestres, os pesquisadores de Bayreuth desenvolveram previsões climáticas detalhadas com base em dados confiáveis ​​de medição. As áreas protegidas nas quais se esperam mudanças climáticas particularmente significativas estão localizadas nas zonas temperadas da Terra ou nas zonas polares do hemisfério norte. São áreas relativamente pequenas, um pouco acima do nível do mar e oferecem condições ambientais pouco variadas na sua superfície. São áreas ameaçados pela intervenção humana e têm, em relação à sua flora e fauna, muito em comum com outras áreas protegidas. Para alcançar previsões que fossem tão precisas quanto possível, os autores do novo estudo trabalharam com dez modelos climáticos diferentes. Ao mesmo tempo, foi feita uma distinção em todos os cálculos entre mudanças climáticas locais, regionais e globais

Também os rios são nossos irmãos,
porque nos matam a sede...
do corpo e do espírito...